quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Predadores

O primeiro "Predador" (1987) foi um marco do subgênero ficção/suspense. Sua continuação, "Predador 2 - A Caçada Continua" (1990), investiu em um cenário urbano interessante, mas se perdeu pelo fraco roteiro repleto de furos sobre o alienígena. Infelizmente, "Predadores" consegue ser mais fraco que o segundo por ocultar detalhes narrativos.

É válida a tentativa de não reinventar o vilão e fazer referencias ao original, como um grupo de mercenários tentando sobreviver em um ambiente de floresta fechada, mas a inserção de novas criaturas (como o cachorro predador), de um planeta desconhecido e alguns absurdos da trama decepcionam. A insensatez começa logo na cena inicial, em que vemos o protagonista, inexplicavelmente, desacordado e em queda livre.

Tirando os imensos furos de roteiro e a falta de clareza na procedência dos personagens, o longa traz um suspense ‘feijão com arroz’ com bom ritmo de ação. Tecnicamente, "Predadores" é bem produzido e não deixa a desejar, já que há bons efeitos visuais e a maquiagem do Predador continua assustadoramente impecável e com trejeitos fieis à série.

A idéia de substituir a figura de Arnold Schwarzenegger por um ‘magrelo’ e ranzinza Adrien Brody não foi ruim, já que isso quebra, de maneira positiva, o estereótipo dos ‘musculosos em ação’ característico dos filmes oitentistas. O restante dos ‘aventureiros’ é composto por figuras caricatas e pela brasileira (quase durona) Alice Braga.

A falta de informações na história é decepcionante, pois há a sensação de forçar o espectador a aceitar as situações sem explicações. Enfim, é o pior longa da franquia, isso se não considerarmos os dois "Alien Vs. Predador".

Predadores (Predators)
EUA, 2010 - 107 minutos
Ação / Ficção científica
Direção: Nimród Antal
Roteiro: Alex Litvak, Michael Finch, Jim Thomas, John Thomas
Elenco: Adrien Brody, Alice Braga, Topher Grace, Oleg Taktarov, Walton Goggins, Louis Ozawa Changchien, Laurence Fishburne, Danny Trejo, Mahershalalhashbaz Ali
Cotação: * *