quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Turbo

Depois de ser sugado e cuspido do motor de um carro ‘tunado’, o caracol Theo ganha poderes que o faz ser tão rápido como um carro de Fórmula Indy. E essa é a interessante premissa que contorna a atmosfera de “Turbo”. Ainda que o roteiro tenha alguma originalidade, a narrativa é trabalhada com base em situações convencionais, como o uso de clichês de filmes de corrida, o mundo sob o olhar de um pequeno bicho e a moralidade, que trás questões sobre superação e perseverança. Tudo isso é bem amarrado, recheado de boas cenas de ação (algumas lembram “Velozes e Furiosos” e “Carros”) e com humor rasteiro que tira sarro da lentidão dos moluscos. Enquanto o longa acerta em evitar o antropomorfismo dos caracóis, o roteiro derrapa ao exagerar em certas ideias, principalmente no inconvincente clímax.

Turbo
EUA, 2013 - 96 min.
Animação
Direção: David Soren
Roteiro: Darren Lemke, Robert D. Siegel, David Soren
Elenco: Ryan Reynolds, Paul Giamatti, Michael Peña, Samuel L. Jackson, Luis Guzmán, Bill Hader, Snoop Dogg, Maya Rudolph, Ben Schwartz, Richard Jenkins, Ken Jeong, Michelle Rodriguez
Cotação: * * *